RÁDIO MARANATA AO VIVO:

sábado, 26 de fevereiro de 2011


ALGUMAS IDÉIAS...  




Você acha importante guardar o sábado ainda hoje?

Juízo final.

OS ESPÍRITOS

OS ESPÍRITOS
Olá amigos,
Gostaria de iniciar nosso assunto de hoje com uma pequena ilustração:
Quero que todos imaginem o Sr. José, um simpático ancião que presta serviços à comunidade, além de ser conhecido por sua simpatia, ele também era conhecido por ser muito caridoso, era muito simpático com todos, principalmente com as crianças, ele também era conhecido por ter uma escolinha de futebol que tirava as crianças da rua e levava a praticar esportes, ao invés de ir para o mundo das drogas. Agora vamos dar uma pequena parada na história do Sr. José, para falarmos um pouco do assunto de hoje.
É fato conhecido por todas as religiões que existem espíritos bons e espíritos maus, que qualquer pessoa pode se deparar com espíritos provenientes de Deus, ou espíritos caídos, que desejam praticar o mal, a discórdia e nos afastar de Deus. Mas se sabemos que estes espíritos existem, como diferenciar os que  vem até nós com boas intenções, dos que nos procuram com o intuito de nos afastar de Deus? Algumas pessoas poderiam dizer: Os espíritos que nos levam a praticar boas coisas são de Deus, os que nos induzem a praticar coisas ruins são espíritos ruins. Mas será que é mesmo assim?
Vamos voltar à estória do Sr. José:
O que eu não relatei sobre o nosso simpático amigo, é que na verdade ele é um pedófilo, um monstro que rouba a infância das crianças com quem ele tem contato, e que apesar da aparência bondosa, ele causa terríveis traumas nas crianças que ele supostamente ajuda. Essa ilustração pode nos causar repulsa, mas se analisarmos friamente, isso é bastante comum. Não é novidade que os casos de pedofilia aconteçam com pessoas ligadas ao trabalho com crianças.  Pense bem: Se o personagem da nossa demonstração, apesar de ser apenas um humano, já acumulou conhecimento suficiente para saber que os pais não entregariam seus filhos a um tarado, mas entregariam a alguém que se passe por bondoso. Será que os espíritos, que já estão analisando a raça humana a milênios e são mais sábios e instruídos a respeito da psicologia humana que nós, não saberiam disso também?
Veja o que Jesus disse:
Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Mateus 7:15
Jesus disse que maus espíritos (ou mesmo pessoas) poderiam vir nos procurar aparentando boas intenções, mas no fundo são como lobos que busca nos devorar. Tendo conhecimento de tal fato, devemos ser ainda mais cautelosos.
É muito comum que algumas pessoas passem a ter contato com espíritos depois de sofrerem uma grande perda. A morte de um dos pais, a perda trágica de um filho ou mesmo uma grande desilusão. Apesar das respostas serem bastante confortantes, muitas vezes as pessoas se envolvem em uma teia de acontecimentos, que apesar do aparente bem, os afastam de Deus e principalmente da bíblia, o nosso manual de fé, que nos foi deixado por Deus para nos guiar. O salmista chama a bíblia de lâmpada que nos ilumina o caminho na hora da escuridão (Salmos 119:105). Então, devemos buscar na palavra de Deus a iluminação para todos os assuntos, inclusive este.
Vamos ver o que diz a bíblia?
A primeira coisa que devemos saber sobre os espíritos é se eles confessam a Jesus como sendo o filho de Deus encarnado:
Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus. I João 4:2
Outra maneira de saber é se os espíritos reconhecem a bíblia como manual de fé e nos levam de volta aos seus ensinamentos:
“E o SENHOR advertiu a Israel e a Judá, pelo ministério de todos os profetas e de todos os videntes, dizendo: Convertei-vos de vossos maus caminhos, e guardai os meus mandamentos e os meus estatutos.” (II Reis 17:13)
Um espírito proveniente de Deus não engana, porém, aquele que vem de Satanás, o pai da mentira (João 8:44), busca nos enganar e falar contra as escrituras.
A bíblia nos instrui a não nos comunicarmos com mortos:
Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? acaso a favor dos vivos consultará os mortos? (Isaías 8:19)
Mas como dizer a uma mãe que perdeu o filho que ela não deve receber uma mensagem de seu amado filho que partiu? Por que ela não deve ter esse ultimo momento com seu ente querido?
A bíblia afirma claramente que os que morrem não podem se comunicar com os vivos:
Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento. (Eclesiastes 9:5)
Tanto o seu amor como o seu ódio e a sua inveja já pereceram; nem têm eles daí em diante parte para sempre em coisa alguma do que se faz debaixo do sol. (Eclesiastes 9:6)
Estes versos mostram que os mortos não têm nenhum sentimento, nem lembrança e nem sabedoria, além de outros que nos dizem:
Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio; (Salmos 115:17)
Ora, se os mortos tivessem algum tipo de consciência, por que não louvariam a Deus?
Jesus mesmo em varias oportunidades chamou a morte de sono:
Mas Jesus falara da sua morte; eles, porém, entenderam que falava do repouso do sono. Então Jesus lhes disse claramente: Lázaro morreu. (João: 11: 13 e 14)
Lázaro é um ótimo exemplo de que não há nada além do túmulo, afinal, depois de quatro dias morto, ele não trouxe nenhuma historia de além tumulo.
Mas agora surge uma pergunta intrigante, afinal, vemos todos os dias casos de pessoas que se comunicaram com parentes já falecidos, vemos até mesmo revistas cientificas discutindo esse assunto, cartas psicografadas, cujo à assinatura poderia ser reconhecida em cartório. Se a bíblia não pode se enganar, então será que ela explica quem poderia estar se comunicando com essas pessoas?
E não é de admirar, porquanto o próprio Satanás se disfarça em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras. (II Coríntios 11:14-15 )
Se Satanás e seus servos podem se transformar em anjo de luz, será que não poderia imitar humano que partiu?
Sabemos que vivemos em um mundo dominado por nosso inimigo, Jesus mesmo chamou Satanás de “O príncipe desse mundo” (João 16:11; João 14:30), então devemos viver acautelados para que nenhum mal nos engane, devemos ter somente a bíblia nos norteando para que não venhamos a nos enganar.
Entregue sua vida a Jesus, se você ainda tem alguma dúvida sobre o assunto, peça a iluminação do Espírito Santo de Deus e ele irá esclarecer suas dúvidas. Aquele que busca a verdade com sinceridade, jamais volta de mãos vazias.
Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração. Jeremias 29:13
E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32